terça-feira, 29 de setembro de 2009

Uma flor na areia




Imagina uma praia,
de areia muito branca,
de mar muito quente,
ao longe tu caminhas levemente,
quando do outro lado do longe,
docemente
caminho eu .

Será que me reconhecerias
assim distante
entre mar e dunas
entre sal e azul?

Será que correrias,
braços abertos ao vulto
que do outro lado da esperança
correria ao teu encontro?

E depois,
ali abraçados e felizes
apenas felizes de poder-mos saborear o instante
em que um grão de areia descobre
um amor-perfeito
perdido na imensa praia da vida.

Carlos Tronco
Mondeville
30/10/06

1 comentário:

onedelicatebutterfly disse...

Olá!
Adorei seu blog, é lindo!
Parabéns!
Beijinhos de luz!